Políticas Editoriais

Foco e Escopo

 

A política editorial visa estimular o debate de questões agrárias e rurais no Brasil e no exterior. Divulgar experiências de pesquisa, ensino e extensão sobre a realidade multidimensional dos assentamentos rurais da reforma agrária e de outros tipos de comunidade rurais e tradicionais – tais como as quilombolas, as indígenas e as ribeirinhas – suas construções identitárias e como sujeito político, seus modos de vida e relações com o entorno sócio-econômico, questões ambientais e sistemas agrícolas, as relações de gênero, étnico-raciais e sucessão, educação do campo, migração e trabalho, dentre outras.

A revista abre espaço igualmente para os debates teóricos mais gerais sobre as tendências do desenvolvimento e sua influência sobre o meio rural. Identificar e pôr em debate múltiplas dimensões presentes nas políticas públicas voltadas à questão agrária em geral e, também, àquelas dirigidas aos segmentos que ocupam diferentes espaços na trama que envolve os rumos do meio rural. Temos por objetivo socializar tais experiências junto a estudantes, pesquisadores, instituições públicas e movimentos sociais.

 

Políticas de Seção

Artigos

Política padrão de seção

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares
 

Processo de Avaliação pelos Pares

Os manuscritos recebidos pela Retratos de Assentamentos são submetidos a processo de revisão por pares. O corpo editorial escolhe pareceristas externos, especialistas na área discutida no manuscrito, sendo responsáveis por realizar avaliação cega. Esses pareceres são enviados aos autores, para possível revisão, de acordo com as sugestões e correções. Os manuscritos serão encaminhados para publicação somente após o final da avaliação pelos especialistas externos e a aprovação pelo corpo editorial da revista.

 

Política de Acesso Livre

Esta revista oferece acesso livre imediato ao seu conteúdo, seguindo o princípio de que disponibilizar gratuitamente o conhecimento científico ao público proporciona maior democratização mundial do conhecimento.

 

Arquivamento

Esta revista utiliza o sistema LOCKSS para criar um sistema de arquivo distribuído entre as bibliotecas participantes e permite às mesmas criar arquivos permanentes da revista para a preservação e restauração. Saiba mais...