Limites e perspectivas da transição agroecológica em assentamentos rurais no nordeste paraense

André Carlos de Oliveria Rocha, Henderson Gonçalves Nobre

Resumo


A crise ambiental está ligada ao modo de produção capitalista. A Revolução Verde mudou o jeito de fazer agricultura no mundo, deixando de ser baseado no trabalho e nos recursos naturais, para ser baseado em capital. Os(as) camponeses(as) tem resistido a este modelo, realizando o que hoje se denomina de Agroecologia, que vem sendo defendida pelo Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST). Objetivou-se, investigar e discutir as limitações e perspectivas entre os processos de transição agroecológica dentro do contexto da reforma agrária. Para esta investigação foi utilizada a pesquisa qualitativa, através de pesquisa-ação, com abordagem materialista-histórica e dialética. Na coleta de dados foram utilizadas as entrevistas semiestruturadas, rodas de conversas, observação participante, pesquisa documental e bibliográfica e registros fotográficos. O método de análise dos dados foi a hermenêutica-dialética. Pode-se extrair seis limitações e seis perspectivas no processo de transição agroecológica, dentro do MST. Conclui-se que as ações do capitalismo no campo requerem que os movimentos de transformação saiam da lógica da resistência para a construção de uma ofensiva camponesa. Os limites apresentados só serão superados por uma práxis transformadora. Assim, a Agroecologia só se constrói com luta, relações sociais dialógicas, autonomia e organização e trabalho coletivo.


Palavras-chave


Agroecologia; Reforma Agrária; Campesinato; Amazônia.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.25059/2527-2594/retratosdeassentamentos/2017.v20i1.256

##plugins.generic.alm.title##

##plugins.generic.alm.loading##

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 André Carlos de Oliveria Rocha, Henderson Gonçalves Nobre

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

Revista Retratos de Assentamentos e-ISSN: 2527-2594 

Uniara – Universidade de Araraquara / Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / Brasil / CEP 14801-340

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.