Protagonismo feminino na agricultura agroecológica: estudo de uma organização de controle social no assentamento Milton Santos

Gabriela Mariano Mendonça, Paulo Eduardo Moruzzi Marques

Resumo


A agricultura familiar reflete uma divisão histórica do gênero. No trabalho, a mulher concentra sua participação nos cultivos para subsistência, enquanto o homem se ocupa das grandes culturas, com as quais a família obtém sua renda. O assentamento Milton Santos fois construído como um Projeto de Desenvolvimento Susnterável (PDS), conforme as normas do INCRA, e também uma Comuna da Terra, tal como concebido pelo MST. Esta concepção se funda especialmente na perspectiva de produção orgânica e de proximidade do assentamento com os grandes centros consumidores. Efetivamente, desde sua implantação, existem importantes esforços no assentamento para a conversão para a agricultura orgânica e agroecológica. Nesta perspectiva, famílias assentadas se engajaram em iniciativas visando tornar suas produções em conformidade com as normas da produção orgânica, especialmente buscando o reconhecimento da qualidade orgânica via sistema participativo. É assim que, no assentamento, foram formalizadas três Organizações de Controle Social (OCS). Nossa pesquisa focaliza a OCS Terra Viva, formada majoritariamente por mulheres, com o objetivo de discutir em que medida a implantação deste dispositivo favorece o rompimento de práticas patriarcais, suscitando o protagonismo feminino. Para tal estudo, foram realizadas entrevistas semiestruturadas e observação participante. As mulheres consideradas na pesquisa rompem com seu lugar servil na família, levando para a esfera pública suas reivindicações e princípios.    

Palavras-chave


ênero; Trabalhadoras Rurais; Agricultura Familiar; Agroecologia Produção Orgânica.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.25059/2527-2594/retratosdeassentamentos/2018.v21i2.298

##plugins.generic.alm.title##

##plugins.generic.alm.loading##

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2018

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

Revista Retratos de Assentamentos e-ISSN: 2527-2594 

Uniara – Universidade de Araraquara / Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / Brasil / CEP 14801-340

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.