Projetos agroecológicos no Pontal do Paranapanema: a visão de agricultores assentados e o papel das políticas públicas

Otávio Gadiani Ferrarini, Paulo Eduardo Moruzzi Marques

Resumo


A implantação de arranjos produtivos agroecológicos em assentamentos rurais tem sido uma aposta de diferentes atores visando à construção de um modelo agrícola que consiga gerar renda ao agricultor, manter o equilíbrio ambiental e garantir a coesão social. O presente artigo apresenta as motivações, reflexões e críticas de agricultores engajados em projetos agroecológicos desenvolvidos em assentamentos rurais no Pontal do Paranapanema - SP. A metodologia utilizada na pesquisa baseou-se, sobretudo, na realização de entrevistas semiestruturadas com 11 agricultores assentados beneficiários de projetos agroecológicos. Entretanto, de maneira complementar, também foram entrevistados outros atores relevantes à pesquisa como os técnicos e coordenadores dos projetos, pesquisadores e lideranças do MST. Os resultados sugerem que os projetos conseguiram modificar a dinâmica de produção das famílias beneficiárias para sistemas produtivos mais ecológicos. Em termos de política pública, a pesquisa evidenciou que estas desempenham um papel contraditório no que diz respeito ao estímulo a sistemas agroecológicos. 

 


Palavras-chave


Agroecologia; Assentamentos Rurais; Sistemas Agroflorestais; Multifuncionalidade da Agricultura

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.25059/2527-2594/retratosdeassentamentos/2019.v22i1.318

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2019 Otávio Gadiani Ferrarini

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

Revista Retratos de Assentamentos e-ISSN: 2527-2594 

Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / Brasil / CEP 14801-340

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.