La situación agraria en la Argentina actual: Agronegocio y Resistencias Campesinas e Indígenas

Juan Wahren

Resumo


O presente artigo retrata a situação agrária atual na Argentina, tomando-se como base uma análise geral do modelo de agronegócio e apresentando-se alguns exemplos de empresas globais. Por outro lado, existem alternativas produtivas e formas de resistências sociais por parte de distintos atores e movimentos sociais, do mundo e da Argentina. O artigo discute uma diversidade de conflitos nos territórios, a partir da resistência camponesa e indígena contra o avanço do agronegócio e em defesa de seus territórios ancestrais e de lógicas econômicas e produtivas diferenciadas do capitalismo. Existem também disputas entre os núcleos do agronegócio frente a processos de contaminação ou de incorporação de plantas geneticamente modificadas, mostrando essas possíveis diferenças.


Palavras-chave


Agronegócio; Globalização; Campesinos; Resistência

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.25059/2527-2594/retratosdeassentamentos/2016.v19i2.238

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Revista Eletrônica Retratos de Assentamentos

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

Revista Retratos de Assentamentos e-ISSN: 2527-2594 

Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / Brasil / CEP 14801-340

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.