Diagnóstico atual dos aspectos florestais e conformidade legal de assentamentos rurais da região de Campinas – Estado de São Paulo

Autores

  • Felipe Rosafa Gavioli Companhia Ambiental do Estado de São Paulo - CETESB
  • Raquel Carnivalle Silva Melillo Centro Universitário Padre Anchieta
  • Cristiane Ronchi de Oliveira Centro Universitário Padre Anchieta

DOI:

https://doi.org/10.25059/2527-2594/retratosdeassentamentos/2019.v22i2.384

Palavras-chave:

Assentamentos Rurais, Código Florestal, Gestão Ambiental, Geoprocessamento, Uso e Cobertura do Solo.

Resumo

Como política para o desenvolvimento rural, a reforma agrária deve incorporar a dimensão ambiental em suas premissas, como a adequada gestão florestal dos assentamentos rurais. O presente estudo efetuou, através de geoprocessamento, um diagnóstico da condição de uso e cobertura do solo de doze assentamentos rurais na região de Campinas, estado de São Paulo, utilizando dados da Fundação Brasileira para o Desenvolvimento Sustentável (FBDS) e da iniciativa MapBiomas para os anos de 2007 e 2018. Os assentamentos estudados somam área total de 5.878,10 hectares, sendo que há 1.442,17 hectares ocupados por vegetação nativa. As áreas de preservação permanente (APPs) perfazem 726,66 hectares, das quais cerca de 60% estão ocupadas por vegetação nativa. Há 293,00 hectares de APPs passíveis de restauração ecológica. Entre 2007 e 2018 houve um incremento líquido de 96,47 hectares de vegetação nos assentamentos avaliados. A aplicação das disposições transitórias da legislação florestal ocasionaria perda de, pelo menos, 128,63 hectares de Reserva Legal nos assentamentos estudados. Os resultados da pesquisa indicam riscos e potencialidades ambientais, e sugerem uma melhoria da qualidade florestal nos assentamentos no período estudado.

Biografia do Autor

Felipe Rosafa Gavioli, Companhia Ambiental do Estado de São Paulo - CETESB

Engenheiro Agrônomo, mestre em Agroecologia e Desenvolvimento Rural. Professor do Centro Univesitário Padre Anchieta e engenheiro da CETESB.

Raquel Carnivalle Silva Melillo, Centro Universitário Padre Anchieta

Doutora em Ambiente e Sociedade pela Universidade Estadual de Campinas/UNICAMP.Mestre em Gestão Integrada em Saúde do Trabalho e Meio Ambiente pelo Centro Universitário SENAC - Docente do Centro Universitário Padre Anchieta de Jundiaí -

Cristiane Ronchi de Oliveira, Centro Universitário Padre Anchieta

Mestre em Biotecnologia e Monitoramento Ambiental pela Universidade Federal de São Carlos - Campus Sorocaba (2014) e Doutora em Ciências Ambientais pela Universidade Estadual "Júlio de Mesquita Filho".  Docente no Ensino Médio no COC- Santa Rosália, Sorocaba, e no Centro Universitário Padre Anchieta.

Referências

AGUIAR, R; ENDRES, J.M.; TAYLOR, C.; EVANS, S. Public Conservation Policies on Private Land: A Case Study of the Brazilian Forest Code and Implications for the Agro-Industry Sector. Pace Environmental Law Review, v. 34. 2017. Disponível em: <https://digitalcommons.pace.edu/pelr/vol34/iss2/3>. Acesso em: 01 nov. 2019.

ALY JUNIOR, O. Projetos de Desenvolvimento Sustentável e os desafios na construção de novas políticas de assentamento. Retratos de Assentamentos, v.14, n.2, p.283-304. 2011.

AMARAL, D.T.; FERRANTE, V.L.S.B. Os nós da questão ambiental em PAs e PDSs: desafios e perspectivas. Retratos de Assentamentos, v.17, n.2. p.292-338 2014.

BRAGA, R.B. Disposições Transitórias. In: MILARE, E.; MACHADO, P.A.L. (Orgs.). Novo Código Florestal: Comentário à Lei 12.651, de 25 de maio de 2012, à Lei 12.727, de 17 de outubro de 2012. 2.ed. São Paulo: Revista dos Tribunais, Cap.XIII, p.484-487. 2013.

BRANCALION, P.H.S.; GARCIA, L.C.; LOYOLA, R.; RODRIGUES, R.R.; PILLAR, V.D.; LEWINSOHN, T.M. A critical analysis of the Native Vegetation Protection Law of Brazil (2012): updatesand ongoing initiatives. Natureza & Conservação, v. 14, p. 1–15. 2016. Doi: 10.1016/j.ncon.2016.03.004

BRASIL. Instrução Normativa nº 02 de 05.05.2014 do Ministério do Meio Ambiente. Dispõe sobre procedimentos para a integração, execução e compatibilização do Sistema de Cadastro Ambiental Rural – SiCAR e define os procedimentos gerais do Cadastro Ambiental Rural. Diário Oficial da União, Brasília: 05 de maio 2014. Disponível em: <http://www.car.gov.br/leis/IN_CAR.pdf>. Acesso em: 01 nov.2019.

BRASIL. Lei nº 12.651 de 25 de maio de 2012. Dispõe sobre a proteção da vegetação nativa; altera as Leis nos 6.938, de 31 de agosto de 1981, 9.393, de 19 de dezembro de 1996, e 11.428, de 22 de dezembro de 2006; revoga as Leis nos 4.771, de 15 de setembro de 1965, e 7.754, de 14 de abril de 1989, e a Medida Provisória no 2.166-67, de 24 de agosto de 2001; e dá outras providências. Diário Oficial da União, Brasília: 28 maio 2012. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2011-2014/2012/Lei/L12651.htm>. Acesso em: 01 nov. 2019.

BRASIL. Brazil Intended Nationally Determined Contribution: towards achieving the objective of the UN Framework Convention on Climate Change. 2018. Disponível em:<http://www4.unfccc.int/submissions/INDC/Published%20Documents/Brazil/1/BRAZIL%20iNDC%20english> Acesso em: 01 nov. 2019.

BORSATTO, R.S.; CARMO, M.S. A construção do discurso agroecológico no Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem-Terra (MST). Revista de Economia e Sociologia Rural (Impresso), v. 51, p. 645-660. 2013.

BUSTAMANTE, M.M.C., SILVA, J.S., SCARIOT, A., SAMPAIO, A.B., MASCIA, D.L., GARCIA, E., SANO, E., FERNANDES, G.W., DURINGAN, G., ROITMAN, I., RODRIGUES, R.R., PILLAR, V.D, OLIVEIRA, A.O., MALHADO, A.C., ALENCAR, A., VENDRAMINI, A., PADOVEZIM A., CARRASCOSA, H., FREITAS, J., SIQUEIRA, J.A., SHIMBO, J., GENEROSO, L.G., TABARELLI, M., BIDERMAN, R., SALOMÃO, R.F., VALLE, R., JUNIOR, B., NOBRE, C. Ecological restoration as a strategy for mitigating and adapting to climate change: lessons and challenges from Brazil. Mitigation and Adaptation Strategies for Global Change, v. 24, n. 7, p. 1249-1270. 2019. Doi: 10.1007/s11027-018-9837-5.

CALABONI, A.; TAMBOSI, L.R.; IGARI, A.T.; FARINACI, J.S.; METZGER, J.P.; URIARTE, M. The forest transition in São Paulo, Brazil: historical patterns and potential drivers. Ecology and Society, v. 23, n.4. 2018. Doi: https://doi.org/10.5751/ES-10270-230407

DUVAL, H.C.; FERRANTE, V.L.S.B., BERGAMASCO, S.M.P.P. Autoconsumo e as escalas de diversificação agrícola em um assentamento rural. Revista Raízes, v. 32, n. 2. p.32-55. 2012.

FBDS. Fundação Brasileira para o Desenvolvimento Sustentável. Mapeamento em Alta Resolução dos Biomas Brasileiros: arquivos vetoriais, metadados e metodologia. 2018. Disponível em: . Acesso em: fev.2019.

FERRANTE, V.L.S.B.; WHITAKER, D.C.A. (Orgs). Reforma agrária e desenvolvimento: desafios e rumos da política de assentamentos rurais. Brasília: MDA/ Nead. 2008. 348p.

FERRANTE, V.L.S.B., BARONE, L.A.; BERGAMASCO, S.M.P.P. A maioridade dos assentamentos rurais em São Paulo: impasses do presente, dilemas do futuro. In: FERRANTE, V.L.S.B. e ALY JUNIOR, O. (Orgs). Araraquara: Assentamentos rurais: impasses e dilemas. p.37-71. 2005.

FERRARINI, O.G.; MORUZZI MARQUES, P.E. Projetos agroecológicos no Pontal do Paranapanema: a visão de agricultores assentados e o papel das políticas públicas. Retratos de Assentamentos, v. 22, n. 1, p. 92-115. 2019. Doi: http://dx.doi.org/10.25059/2527-2594/retratosdeassentamentos/2019.v22i1.318

FRANÇA, L.C.J.; MORANDI, D.T.; MENEZES, E.D.; MUCIDA, D.P.; SILVA, M.D.; LISBOA, G.S. Ecologia de paisagens aplicada ao ordenamento territorial e gestão florestal: procedimentos metodológicos. Revista Nativa, v. 7, n. 5, p.613-620. 2019. Doi: http://dx.doi.org/10.31413/nativa.v7i5.7363

GUIDOTTI, V.; FREITAS, F.L.M.; SPAROVEK, G.; PINTO, L.F.G.; CARVALHO, C.H.T.; CERIGNONI, F. Números detalhados do Novo Código Florestal e suas implicações para os PRAs. Sustentabilidade em Debate, n. 05, p.10. 2017. Disponível em: <http://www.imaflora.org>. Acesso em: 01 nov.2019.

HEREDIA, B.; MEDEIROS, L.; PALMEIRA, M.; MEDEIROS, L.; CINTRÃO, R.; LEITE, S.P. Análise dos impactos regionais da reforma agrária no Brasil. Estudos Sociedade e Agricultura, Rio de Janeiro: CPDA, n.18, p.73-112. 2002.

LEITE, S.P.; AVILA, R.V. Um futuro para o campo: reforma agrária e desenvolvimento social. Rio de Janeiro: Vieira & Lent, 2007. 176p.

LEITE, S.P. Dinâmica econômica, assentamentos rurais e desenvolvimento regional: evidencias a partir de seis estados brasileiros. In: FERRANTE, V.L.S.B.; ALY JUNIOR, O. (Orgs). Assentamentos rurais: impasses e dilemas. Araraquara: UNIARA/INCRA/ABRA, p.117-175. 2005.

MELO NETO, J.E. Das disposições gerais incisos III a V e X. In: MILARE, E. MACHADO, P.A.L. (Orgs.). Novo Código Florestal: Comentário à Lei 12.651, de 25 de maio de 2012, à Lei 12.727, de 17 de outubro de 2012. 2. ed. São Paulo: Revista dos Tribunais, p.166-141.2013.

MENDONÇA, R.A.G; COSTA, C.G. O negligenciado cerrado paulista. Revista Brasileira de Geografia, v. 63, n. 1, p.129-155. 2018.

METZGER, J.P; BUSTAMANTE, M.M.C.; FERREIRA, J.; FERNANDES, G.W.; LIBRÁN-EMBID, F.; PILLAR, V.D.; PRIST, P.R.; RODRIGUES, R.R.; VIEIRA, I.C.G.; OVERBECK, G.E. Why Brazil needs its Legal Reserves. Perspectives in Ecology and Conservation, v. 17, n. 3, 2019. p. 91-103. Doi: https://doi.org/10.1016/j.pecon.2019.09.001

MILARÉ, E.; MACHADO, P.A.L. (coords.). Novo Código Florestal: comentários à Lei 12.651, de 25 de maio de 2012 e à MedPrev 571, de 25 de maio de 2012. 1ª ed. São Paulo: Revista dos Tribunais, 2012.

NORDER, L.A.C.; URSI, M.V. Percepção social sobre gestão ambiental em assentamentos rurais no norte do Paraná e no Pontal do Paranapanema. Retratos de Assentamentos, v. 21. n. 1., 2018. p. 229-250. Doi: 10.25059/2527-2594/retratosdeassentamentos/2018.v21i1.290

PEREIRA, M.S.; D'OLIVEIRA, R.L.D. Do regime de proteção da reserva legal. In: MILARE, E. MACHADO, P.A.L. (Orgs.). Novo código florestal: comentário à Lei 12.651, de 25 de maio de 2012, à Lei 12.727, de 17 de outubro de 2012. 2.ed. São Paulo: Revista dos Tribunais, p.259-271. 2013.

MAPBIOMAS. Projeto MAPBIOMAS – Coleção 4.0 da Série Anual de Mapas de Cobertura e Uso de Solo do Brasil. Disponível em: <http://mapbiomas.org/>. Acesso em: 29 out. 2019.

REED, J.; VIANEN, J.V.; FOLI, S.; CLENDENNING, J.; YANG, K.; MACDONALD, M.; PETROKOFSKY, G.; PADOCH, C.; SUNDERLAND, T. Trees for life: the ecosystem service contribution of trees to food production and livelihoods in the tropics. Forest Policy and Economics, v.84, p.62-71. 2017. Doi: http://dx.doi.org/10.1016/j.forpol.2017.01.012

REZENDE, C.L.; SCARANO, F.R.; ASSAD, E.D.; JOLY, C.A.; METZGER, J.P.; STRASSBURG, B.B.N.; TABARELLI, M.; FONSECA, G.A.; MITTERMEIER, R.A. From hotspot do hopespot: An opportunity for the Brazilian Atlantic Forest. Perspectives in Ecology and Conservation, v. 16, p.208-214. 2018. Doi: https://doi.org/10.1016/j.pecon.2018.10.002

SANTIAGO, T.M.O.; REZENDE, J.L.P.; BORGES, L.A.C. The legal reserve: historical basis for the understanding and analysis of this instrument. Ciência Rural, v. 47, n. 2., p.2-9. 2017. Doi: 10.1590/0103-8478cr20141349.

SCHMIDT, K.; MARTÍN-LÓPEZ, B.; PHILLIPS, P.M.; JULIUS, E.; MAKAN, N.; WALZ, A. Key landscape features in the provision of ecosystem services: insights for management. Land Use Policy, v. 82, p.353-366. 2019. Doi: https://doi.org/10.1016/j.landusepol.2018.12.022

SEADE. Fundação Sistema Estadual de Análise de Dados. 2019. Informações estatísticas da Regiões Administrativas do estado de São Paulo. Disponível em . Acesso em: 29 out. 2019.

SILVA, A.L., LONGO, R.M., BRESSANE, A., CARVALHO, M.F.H. Classificação de fragmentos florestais urbanos com base em métricas da paisagem. Revista Ciência Florestal, v. 29, n. 3, p.1254-1269. 2019. Doi: https://doi.org/10.5902/1980509830201

SOARES-FILHO, B.; RAJÃO, R.; MACEDO, M.; CARNEIRO, A.; COSTA, W.; COE, M.; RODRIGUES, H.; ALENCAR, A. Cracking Brazil´s Forest Code. Science., v. 344, p.363-364. 2014. Doi: 10.1126/science.1246663

SOTERRONI, A.C.; MOSNIER, A.; CARVALHO, A.X.Y.; CAMARA, G.; OBERSTEINER, M.; ANDRADE, P.R.; SOUZA, R.C.; BROCK, R.; PIRKER, J.; KRAXNER, F.; HAVLIK, P.; KAPOS, V.; ERMGASSEN, E.K.H.J.Z.; VALIN, H.; RAMOS, F.M. Future environmental and agricultural impacts of Brazil’s Forest Code. Environmental Research Letters, v. 13, p. 1-12. 2018. Doi: https://doi.org/10.1088/1748-9326/aaccbb

SPAROVEK, G.; BARRETO, A.; KLUG. I.; PAPP, L.; LINO. J. A revisão do Código Florestal Brasileiro. Novos Estudos CEBRAP, v. 89, p. 111-135. 2011.

TEIXEIRA, L.; AZEVEDO, F.D.; DALMAS, F.B.; SAAD, A.R.; PARANHOS FILHO, A.C.; ANDRADE, M.R.M. Fragmentação da paisagem no município de Bragança Paulista – SP. Revista Ciência Florestal, v. 28, n. 3, p.937-948.2018. Doi: http://dx.doi.org/10.5902/1980509833360.

Publicado

2019-08-01

Edição

Seção

Dossiê Temático: Questões socioambientais nos assentamentos no cenário atual