Da Terra ao Prato: a Importância da Memória nas Estratégias de Segurança Alimentar de Famílias Assentadas

Autores

  • Henrique Carmona Duval UFSCar
  • Norma Felicidade L. S. Valencio UFSCar
  • Vera Lúcia S. Botta Ferrante Unesp

DOI:

https://doi.org/10.25059/2527-2594/retratosdeassentamentos/2009.v12i1.53

Resumo

O foco deste estudo é a produção de alimentos para o autoconsumo
familiar no assentamento Monte Alegre, região de Araraquara/SP. Parte-se da
categoria social do assentado rural para analisar sociologicamente como suas
origens e trajetórias de lutas sociais auxiliam sua reconstrução como agricultor
na reforma agrária. Tal reconstrução, material e simbólica, se dá pela forma
como os assentados têm produzido seus próprios alimentos com princípios de
uma agricultura sustentável, tendo por base a tradição de fazê-los.

Referências

ALTIERI, M. Agroecologia. Bases científicas para uma agricultura

sustentável. Guaíba: Editora Agropecuária, 2002.

BARONE, L.A. A economia moral num mundo de agricultura modernizada:

o caso da greve dos bóias-frias de Guariba. Retratos de Assentamentos,

Araraquara, n.7, Nupedor/Unesp, p.103-123, 1999.

BOSI, E. Memória e Sociedade. Lembranças de velhos. 14ª Ed. São

Paulo: Companhia das Letras, 2007.

BOURDIEU, P. O Poder Simbólico. Rio de Janeiro: Difel, 1989.

BRANDÃO, C.R. Plantar, Colher, Comer: um estudo sobre o

campesinato goiano. Rio de Janeiro: Graal, 1981.

CANDIDO, A. Os Parceiros do Rio Bonito. Estudo sobre o caipira

paulista e a transformação dos seus meios de vida. 5ª Ed. São Paulo: Duas Cidades, 1979.

CAPORAL, F.R.; COSTABEBER, J.A. Segurança alimentar e agricultura

sustentável: uma perspectiva agroecológica. Ciência e Ambiente, Santa

Maria, v.1, n.27, p.153-165, jul/dez, 2003.

FERRANTE, V.L.S.B. et al. Assentamentos Rurais: um olhar sobre o difícil

caminho de constituição de um novo modo de vida. Retratos de

Assentamentos, Araraquara, n.1, Nupedor/Unesp, p.75-148, 1994.

FERRANTE, V.L.S.B.; BERGAMASCO, S.M.P.P. Censo dos

Assentamentos do Estado de São Paulo. Araraquara: Unesp, 1995. 488 p.

FERRANTE, V.L.S.B. Poder Local e Assentamentos Rurais: expressões

de conflito, de acomodação e de resistência. Relatório final de Bolsa

Produtividade, CNPq, 2007a.

FERRANTE, V.L.S.B. Assentamentos Rurais e Desenvolvimento:

tensões, bloqueios e perspectivas (uma análise comparativa em duas regiões

do Estado de São Paulo). Projeto de Pesquisa, CNPq, 2007b.

GARCIA Jr., A.R. Terra de Trabalho. Trabalho familiar de pequenos

produtores. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1983.

GARCIA Jr., A.R. Geração de rendas, sua distribuição e trajetórias

diferenciais em assentamentos de reforma agrária no Brasil (1985-1989). In:

ROMEIRO, A.; GUANZIROLI, C.; LEITE, S. (Orgs.) Reforma Agrária:

produção, emprego e renda. Petrópolis: Vozes, 1994.

GIDDENS, A. A vida em uma sociedade pós-tradicional. In: GIDDENS,

A.; BECK, U.; LASH, S. Modernização Reflexiva: política, tradição e

estética na ordem social moderna. São Paulo: Unesp, 1997.

GLIESSMAN, S.R. Agroecologia. Processos ecológicos em agricultura

sustentável. 3ª Ed. Porto Alegre: Editora da UFRGS, 2005.

KHATOUNIAN, C.A. A Reconstrução Ecológica da Agricultura.

Botucatu: Livraria e Editora Agroecológica, 2001.

KURANAGA, A.A.; FERRANTE, V.L.S.B. Feiras do produtor: alternativa

para a sustentabilidade de famílias assentadas rurais da região de

Araraquara. In: Simpósio Reforma Agrária e Desenvolvimento: desafios e rumos da política de assentamentos rurais, 2008, Araraquara. Anais..., CDROM, Uniara, Araraquara, 2006.

LEITE, S. Autoconsumo e sustentabilidade na agricultura familiar:

uma aproximação à experiência brasileira. Seminario de Políticas de

Seguridad Alimentaria y Nutrición em América Latina, 2003, Unicamp,

Campinas-SP. Disponível em:

<http://www.fodepal.es/bibvirtual/semex/campina/doc/

Sergio%20Leite.pdf>. Acesso em: 30/05/2008.

MALUF, R.S.; MENEZES, F.; VALENTE, F. Contribuição do tema

segurança alimentar no Brasil. Cadernos de Debate, Campinas, v.4, p.66- 99, 1996.

MARTINS, J.S. Capitalismo e Tradicionalismo. Estudos sobre as

contradições da sociedade agrária no Brasil. São Paulo: Pioneira, 1975.

MEDEIROS, L.S. de; LEITE, S. (Orgs.) Assentamentos Rurais.

Mudança social e dinâmica regional. Rio de Janeiro: Mauad, 2004.

NORDER, L.A.C. A construção da segurança alimentar em assentamentos

rurais: questões, contextos e métodos. Cadernos de Debate, Campinas,

v.6, p.40-58, 1998.

SANTOS, I.P. dos; FERRANTE, V.L.S.B.(Orgs.) Da Terra Nua ao

Prato Cheio. Produção para consumo familiar nos assentamentos rurais do Estado de São Paulo. Araraquara: Fundação Itesp/Uniara, 2003.

SILVA, M.A.M. A Luta Pela Terra: experiências e memória. São Paulo:

Unesp, 2004.

WHITAKER, D.C.A.; FIAMENGUE, E.C. Assentamentos de reforma

agrária: uma possibilidade de diversidade agrícola. Retratos de

Assentamentos, Araraquara, n.8, Nupedor/Unesp, p.19-32, 2000.

WHITAKER, D.C.A. Sociologia Rural. Questões metodológicas emergentes. Presidente Venceslau: Letras à Margem, 2002.

WHITAKER, D.C.A. Soberania Alimentar e Assentamentos de Reforma

Agrária. In: FERRANTE, V.L.S.B. (Org.) Reforma Agrária e

Desenvolvimento: desafios e rumos da política de assentamentos rurais.

Brasília: NEAD, 2008, p.323-340.

WOORTMANN, E. Da dependência à complementaridade. Anuário

Antropológico, Brasília, UnB, n.79, 1993.

Downloads

Publicado

2009-07-14

Como Citar

Duval, H. C., Valencio, N. F. L. S., & Ferrante, V. L. S. B. (2009). Da Terra ao Prato: a Importância da Memória nas Estratégias de Segurança Alimentar de Famílias Assentadas. Retratos De Assentamentos, 12(1), 189-216. https://doi.org/10.25059/2527-2594/retratosdeassentamentos/2009.v12i1.53

Edição

Seção

Artigos Originais

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

<< < 1 2 3 > >>