As práticas religiosas e de sociabilidade no assentamento Tupanciretã em Presidente Venceslau – São Paulo

Autores

  • Fernando Henrique Ferreira Oliveira Geógrafo, aluno do curso de Mestrado do Programa de Pós Graduação em Desenvolvimento Territorial e Meio Ambiente da Universidade de Araraquara (UNIARA), Araraquara – São Paulo.
  • Vera Lúcia Silveira Botta Ferrante Socióloga, professora coordenadora do Programa de Pós Graduação em Desenvolvimento Territorial e Meio Ambiente da Universidade de Araraquara (UNIARA), Araraquara – São Paulo.
  • Luis Antonio Barone Sociólogo, professor assistente doutor do Departamento de Planejamento, Urbanismo e Ambiente da FCT/ UNESP, Presidente Prudente – São Paulo.

DOI:

https://doi.org/10.25059/2527-2594/retratosdeassentamentos/2016.v19i2.248

Palavras-chave:

Assentamentos Rurais, Reforma Agrária, Festas Religiosas, Quermesse.

Resumo

Este trabalho discute aspectos da cultura rural tradicional nos assentamentos de reforma agrária da região do Pontal do Paranapanema, São Paulo. Buscamos compreender o rural a partir de uma dimensão cultural, objetivando entender o modo de vida, as tradições e os conhecimentos compartilhados dentro de um assentamento. A pesquisa voltou-se para a materialização de festas religiosas e, para isso, buscaram-se os espaços e os sujeitos que organizam uma quermesse, vista como um fenômeno que une o sagrado e o profano e possibilita estreitar a sociabilidade entre as famílias assentadas. Em relação à metodologia realizamos entrevistas e um documentário fotográfico, descrevendo e analisando a festa. Portanto, o trabalho em tela entende a importância da cultura e dos saberes tradicionais no dimensionamento dos lugares do assentamento Tupanciretã - Presidente
Venceslau, São Paulo.

Downloads

Publicado

2016-07-02

Como Citar

Oliveira, F. H. F., Ferrante, V. L. S. B., & Barone, L. A. (2016). As práticas religiosas e de sociabilidade no assentamento Tupanciretã em Presidente Venceslau – São Paulo. Retratos De Assentamentos, 19(2), 315-343. https://doi.org/10.25059/2527-2594/retratosdeassentamentos/2016.v19i2.248

Edição

Seção

Artigos Originais

Artigos Semelhantes

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.