Agroindústrias Rurais e Segurança Alimentar: Um novo Modelo de Desenvolvimento nos Assentamentos?

Autores

  • Sonia Maria Pessoa Pereira Bergamasco Unicamp
  • Luiz Manoel de Moraes Camargo Almeida Uniara

DOI:

https://doi.org/10.25059/2527-2594/retratosdeassentamentos/2009.v12i1.47

Palavras-chave:

Segurança Alimentar, Agroindústrias Familiares, Políticas Públicas.

Resumo

Os caminhos deste trabalho estão articulados ao percurso de análise dos projetos agroindustriais familiares nos contextos dos assentamentos rurais, sendo que o objeto de nossa reflexão reporta-se a uma temática de investigação bastante recente na literatura especializada no Brasil, qual seja, a da valorização dos espaços locais e da capacidade de ação dos agentes aí presentes nos processos de geração de alternativas para o desenvolvimento econômico, social e ambiental. Estas iniciativas constituem redes de segurança alimentar tratadas da maneira ampla e são apontadas como uma das alternativas para a reversão das conseqüências sociais, econômicas e ambientais desfavoráveis do meio rural. O objetivo principal do trabalho não é de apresentar um estudo de caso e sim uma proposta metodológica para investigação das aplicabilidades, eficácias, entraves e aperfeiçoamentos das agroindústrias familiares que estão formando redes de relacionamento em assentamentos rurais. Até o momento, essas políticas não contam com um modelo concreto de avaliação e aperfeiçoamento. Essa carência está acontecendo em todos os estados. Assim, este artigo constitui o primeiro esforço de reunir indicadores de avaliações das eficácias e de aprimoramento dessa política pública. 

Referências

ABRAMOVAY, R. O Futuro das Regiões Rurais. Porto Alegre: Editora da

UFRGS, 2003.

ALMEIDA, L.M. Construção de indicadores de eficácia e identificação dos

entraves institucionais nas redes e programas de segurança alimentar

criados em municípios paulistas. Projeto de Pós-Doutorado FAPESP.

FEAGRI-UNICAMP, 2007.

CUNHA, A.R. et al. Políticas locais de acesso alimentar: entre a regulação e as políticas compensatórias. In: BELIK, W.; MALUF, R.S. (Orgs.) Abastecimento e Segurança Alimentar: os limites da liberalização. Campinas: IE/UNICAMP. 2000, p. 183-208.

FUKUYAMA, F. A Grande Ruptura: a natureza humana e a reconstituição da ordem social. Rio de Janeiro: Rocco, 2000.

PAULILLO, L.F.; ALMEIDA, L.M.; SILVA, V. et. alli. Eficácia e Coesão

Social do Projeto "Viva Leite" do Governo do Estado de São Paulo.

Relatório de pesquisa científica, UFSCar/IEA/Codeagro, Secretaria da

Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, 2008.

PAULILLO, L.F. Complexos Agroindustriais e Redes Políticas: as

transformações no território citrícola brasileiro - uma abordagem do novo institucionalismo e da nova localização. 2000. Tese (Doutorado em Ciência Econômica). Unicamp/Instituto de Economia, Campinas, 2000.

PAULILLO, L.F.; PESSANHA, L. Segurança alimentar, políticas públicas e

regionalização. In: PAULILLO, L.F. et. alli. Reestrutração Agroindustrial,

Políticas Públicas e Segurança Alimentar Regional. São Carlos: Edufscar,

p.23-48.

REED, M. Teorização Organizacional: um Campo Historicamente Contestado. In: CLEGG, S.; ROMANO, J. Interesses privados na formulação e implementação de políticas públicas. Mundo Rural e Política - Ensaios Interdisciplinares. Rio de Janeiro: Campus, 2001. p.209-242.

THIOLLENT, M. Pesquisa-Ação nas Organizações. São Paulo: Editora Atlas, 1997.

Downloads

Publicado

2009-07-14

Como Citar

Bergamasco, S. M. P. P., & Almeida, L. M. de M. C. (2009). Agroindústrias Rurais e Segurança Alimentar: Um novo Modelo de Desenvolvimento nos Assentamentos?. Retratos De Assentamentos, 12(1), 87-108. https://doi.org/10.25059/2527-2594/retratosdeassentamentos/2009.v12i1.47

Edição

Seção

Artigos Originais

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>