Assentamento agroextrativista americana: campesinato, biodiversidade e agroecologia no cerrado mineiro

Igor Simoni Homem de Carvalho, Sonia Maria Pessoa Pereira Bergamasco

Resumo


Este artigo retrata a experiência do Assentamento Agroextrativista Americana (Grão Mogol-MG): seus antecedentes históricos, sua concepção e sua implantação. Fruto da luta pela terra e pelo reconhecimento identitário do povo tradicional Geraizeiro, o Assentamento foi criado com apoio de organizações como a Comissão Pastoral da Terra (CPT) e do Centro de Agricultura Alternativa do Norte de Minas (CAA-NM). A proposta inclui cultivos e criações em sistemas agroecológicos e o aproveitamento sustentável da biodiversidade nativa (ou seja, o extrativismo de frutos, plantas medicinais etc.), o que requer a manutenção de cerca de 68% da vegetação de Cerrado existente na área. A implementação da proposta mostra-se de grande complexidade, devido às diferentes origens e situações social, econômica e cultural das famílias assentadas. Um grupo organizado dentro do Assentamento – o Grupo Agroextrativista do Cerrado – vem demonstrando a viabilidade da proposta, almejando expandi-la e replicá-la para outras comunidades do Cerrado brasileiro.


Palavras-chave


Assentamento de Reforma Agrária; Agroextrativismo; Cerrado; Agroecologia.

Texto completo:

PDF

Referências


BRASIL. Constituição (1987). Portaria nº n.627, de 30 de julho de 1987. Cria Modalidade de Projeto de Assentamento Extrativista.: Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária.

CAA-NM; UFMG. Plano de Desenvolvimento do Assentamento Americana. Montes Claros: Centro de Agricultura Alternativa do Norte de Minas. Universidade Federal de Minas Gerais, 2002, 99p.

DAYRELL, C. A. Geraizeiros y biodiversidad en el Norte de Minas Gerais: la contribuición de la agroecologia e de la etnoecologia en los estudios de los agroecossistemas. Dissertação de mestrado, Universidad Internacional de Andalucia, Espanha, 1998, mimeo.

DAYRELL, C. A.; L., A. Fazenda Americana: Estudo de Viabilidade e Propostas de Assentamento Rural. Montes Claros: Instituto de Colonização e Reforma Agrária – Superintendência Regional 06. Centro de Agricultura Alternativa do Norte de Minas, 1999, 15p.

DAYRELL, C. A.; SANTA ROSA, H. Narrando o enredamento das populações do sertão norte-mineiro e do CAA: uma trajetória de 20 anos. Revista Verde Grande, v.1, n.3, 2006, p.52-73.

IBGE. Censo Agropecuário 2006 - Minas Gerais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, 2006. http://www.ibge.gov.br/estadosat/download/ mg_censoagro.csv MACIEL, L. M. M.;

CARVALHO, A. P. F. Mapa de adequação de uso das terras como subsídio à elaboração de trabalhos de gestão ambiental em projetos de assentamento, estudo de caso PA Americana, município de Grão Mogol-MG. Espaço & Geografia, v.12, n. 2, 2009, 243:269.

MAZZETTO-SILVA, C. E. Ordenamento territorial no Cerrado brasileiro: da fronteira monocultora a modelos baseados na sociobiodiversidade. Desenvolvimento e Meio Ambiente, n.19, jan/jun. 2009, p.89-109.

NOGUEIRA, M. C. R. Gerais a dentro e a fora: identidade e territorialidade entre Geraizeiros do Norte de Minas Gerais. Tese (Doutorado em Antropologia). Departamento de Antropologia, Universidade de Brasília, 2009, 233p.

PORTO-GONÇALVES, C. W. As Minas e os Gerais: breve ensaio sobre desenvolvimento e sustentabilidade a partir da geografia do Norte de Minas. In: LUZ, C DAYRELL, C.. Cerrado e desenvolvimento: tradição e atualidade. Montes Claros: Centro de Agricultura Alternativa do Norte de Minas. 2000, p.19-46.

RIBEIRO, R. F. Florestas anãs do sertão: o Cerrado na história de Minas Gerais. Belo Horizonte: Autêntica, 2005, 480p.




DOI: http://dx.doi.org/10.25059/2527-2594/retratosdeassentamentos/2016.v19i1.205

##plugins.generic.alm.title##

##plugins.generic.alm.loading##

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2016 Revista Eletrônica Retratos de Assentamentos

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

Revista Retratos de Assentamentos e-ISSN: 2527-2594 

Uniara – Universidade de Araraquara / Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / Brasil / CEP 14801-340

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.