Agricultura Familiar e Práticas Sustentáveis de Agricultura em Um lote do Assentamento Monte Alegre – Araraquara-SP

Marcella Aiello Sotratti, Zildo Gallo, Flavia Cristina Sossae

Resumo


A análise sobre práticas sustentáveis de agricultura adotadas em uma propriedade do Assentamento Monte Alegre, na região de Araraquara- SP teve como finalidade documentar através da metodologia de história oral não apenas técnicas de agricultura, mas também sobre outros fatores que a delineiam, como a relação com a terra, através de saberes empíricos e intuitivos, e a comercialização dos produtos. Foram analisadas as práticas agrícolas em um lote e foi verificado que grande parte das técnicas adotadas tem fundamentação em princípios agroecológicos como a não utilização de agrotóxicos e a sucessão de culturas. Porém, alguns fatores como a utilização de sementes potencialmente manipuladas geneticamente e a pequena porcentagem de mata ciliar ao redor dos açudes não permitem que se caracterize a agricultura adotada na propriedade como estritamente de base ecológica.


Palavras-chave


Assentamento Monte Alegre; Práticas Agrícolas; Agricultura Familiar; Agroecologia.

Texto completo:

PDF

Referências


ALTIERI, M.A. Agroecologia: bases científicas para uma agricultura sustentável. Guaíba: Agropecuária, 2002.

CANUTO, J.C. Bases conceituais da Agroecologia. Marco referencial em agroecologia / Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária. – Brasília, DF: Embrapa Informação Tecnológica, 2006. p. 21-26.

CAPORAL, F.R.; COSTABEBER, J.A. Agroecologia: enfoque científico e estratégico. A groecologia e Desenvolvimento Rural Sustentável. Porto Alegre, v.3, n. 2, p. 13-16, 2002.

CAPORAL, F. R., COSTABEBER J. A., PAULUS, G. Agroecologia: uma ciência no campo da complexidade. Brasília, DF: 2009.

CAPORAL, F. R. Agroecologia: uma nova ciência para apoiar a transição a agriculturas mais sustentáveis. In: CAPORAL, F. R. (org) Agroecologia: uma ciência do campo da complexidade. Brasília, DF: 2009, p. 9-64.

CASSAB, L.A. História Oral: miúdas considerações para a pesquisa em Serviço Social. Serviço Social em revista. vol. 5 n°2 -jan/jun - 2003.

CESTAS DE PRODUTOS SEM AGROTÓXICOS, PRODUZIDO NO ASSENTAMENTO MONTE ALEGRE, EM ARARAQUARA (2012). acesso em 9 de jul. 2012.

CPDOC < http://cpdoc.fgv.br/ > Acesso em 12 ago. 2013.

FREITAS, S. M. de. História Oral: Possibilidade e Procedimentos. 2 ed. São Paulo: Associação Editorial Humanitas, 2006.

FURTADO, R., FURTADO, E. A intervenção participativa dos atores (INPA) – uma metodologia de capacitação para o desenvolvimento local sustentável. Brasília: Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura (IICA), 2000.

MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO AGRÁRIO. Portal do MDA. Disponível em: . Acesso em: 15 set. 2012.

MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO SOCIAL. Portal do MDS. Disponível em: . Acesso em: 16 de ago. 2013.

NETTO, M. M. A agricultura familiar e sua organização. Revista Acta Geográfica, Boa Vista, ano II, n.4, p.17-30, jul./dez. de 2008.

NISHIKAWA, D. L. L. Levantamento das Práticas Sustentáveis nos Assentamentos da Fazenda Monte Alegre na Região de Araraquara/SP. Dissertação (Mestrado em Ciências da Engenharia Ambiental). Universidade de São Paulo, São Carlos/SP, 2004.

NORGAARD, R. B. A base epistemológica da agroecologia. In: ALTIERI, M. A. (Ed.). Agroecologia: as bases científicas da agricultura alternativa. Rio de Janeiro: PTA: FASE, 1989, p.42-48.

P L A N O M U N I C I PA L D E D E S E N V O LV I M E N TO R U R A L SUSTENTÁVEL, 2010-2013. Município de Araraquara. Disponível em:< http://www.cati.sp.gov.br >. Acesso em: 2 jul. 2013.

SCHNEIDER, S. Teoria Social, Agricultura Familiar e Pluriatividade. Revista Brasileira de Ciências Sociais, São Paulo, v.18, n.51, fev. 2003.

SOTRATTI, M.A. Agricultura familiar e análise sobre práticas sustentáveis de agricultura adotadas em uma propriedade no Assentamento Monte Alegre - Araraquara-SP. Monografia (Graduação em Ciências Biológicas), Centro Universitário de Araraquara - UNIARA, Araraquara, 2013.

TINOCO, S.T.J. Análise Socioeconômica da piscicultura em unidades de produção agropecuária familiares da região de Tupã, SP. Jaboticabal, 2006.

WANDERLEY, M.N.B. A valorização da agricultura familiar e a reivindicação da ruralidade no Brasil. Desenvolvimento e Meio Ambiente, Curitiba, n.2, p.35, jul./dez. 2000.




DOI: http://dx.doi.org/10.25059/2527-2594/retratosdeassentamentos/2015.v18i2.222

##plugins.generic.alm.title##

##plugins.generic.alm.loading##

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2016 Revista Eletrônica Retratos de Assentamentos

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

Revista Retratos de Assentamentos e-ISSN: 2527-2594 

Uniara – Universidade de Araraquara / Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / Brasil / CEP 14801-340

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.